Saúde: Mais Isenções, Redução Taxas Moderadoras, Mais Médicos - segunda-feira, 15 fevereiro 2016


O Orçamento do Estado para 2016 prevê que haja uma redução até 25% no valor das taxas moderadoras. Os dadores de sangue e órgãos, assim como os bombeiros, voltam a estar isentos do pagamento nos cuidados de saúde primários e hospitalares. Também os utentes atendidos no serviço de urgência, referenciados pelo SNS e pelo INEM, voltam a não ter de pagar essas taxas.

 
No que diz respeito aos exames complementares de diagnóstico e terapêutica, em regime de internamento, também não serão cobradas taxas, assim como a primeira consulta de especialidade hospitalar, desde que seja referenciado pela rede de prestação de cuidados de saúde primários.
 
Quanto aos médicos, aqueles que estão aposentados e que trabalhem para o Estado vão manter a sua pensão e receber 75% da remuneração correspondente à sua categoria.